Dragon Ball: O Filme

Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla Bla, Bla , Bla

Em resumo o filme é uma bosta.

Mais informações.

Já Lembrou de Visitar nosso novo endereo?

Não? Então não perca tempo e visite-nos em http://muitapimenta.com

Estamos a todo vapor. ;D

Mudamos de Endereço

Mudamos para:

http://muitapimenta.com

O videogame da Apple

Pouca gente sabe, mas a Apple, famosa por seus iPods, já se aventurou no disputado mercado dos Consoles. Foi em 1996 que, a Apple, junto da Philips, lançou no mercado Norte Americano, seu console o Pippin, para época ele ostentada, poderio gráfico superior ao Playstation, porém era modesto frente ao poderio do Nintendo 64, o Pippin, usava CDs como mídia. Foram poucos os jogos lançados para ele, e junto do fraco marketing feito pela Apple na época (será que Steve Jobs não gostava do Pippin?), poucas unidades foram vendidas e logo o console foi descontinuado vindo a ser esquecido.

Pipin

Um dos fatos mais curiosos a respeito desse console, é que muitas das unidades vendidas vieram com defeito de fabricação e jamais funcionarão. Os jogos lançados, em sua grande maioria eram “Ports” feitos dos computadores Mac, o próprio console rodava o MacOS, o que facilitava muito essas conversões.

Mais informações no Muita Pimenta.

Nintendo World Championship 1990: O jogo mais raro de todos os tempos

Nintendo world ChampionshipO ano era1990. Os vídeo-games estavam vivendo uma segunda era de ouro, a Nintendo dominava o mercado com o NES.Foi nessa época que a Nintendo resolver fazer um torneio em 30 cidades dos EUA para descobrir quem era o melhor jogador de NES do mundo. Infelizmente eles ignorarão o resto do mundo inclusive o Japão nessa disputa.

Foi feito um cartucho especial para o evento. Este cartucho era chamado de Nintendo World Championship 1990. Este cartucho não contia nada além de três jogos, Super Mario Bros, Rad Racer II e Tetris, porém os jogos apresentavam algumas modificações, de tal maneira que era presciso comprir objetivos nos jogos em um determinado limite de tempo. Por exemplo, passar de uma fase SMB l o mais rápido posivel, acabar uma corrida em um tempo pré determinado em Rad Racer, ou completar o numero de linhas possíveis em Tetris também com um limite de tempo.
Foram feitos 116 cartuchos, 30 deles eram dourados, e foram entregues ao ganhadores de cada cidade e o restante dos cartuchos foram distribuídos entre os participantes.

Nintendo world ChampionshipAgora 17 anos depois, muito gente que ainda coleciona NES busca desesperadamente esse cartucho, em especial a versão dourada que é mais rara ainda, valendo assim muito mais.

Em 2003 por exemplo foi vendido um exemplar do cartucho dourado por 6500 dólares!

Felizmente para quem não tem condições de pagar isso por um cartuchos desses, hoje em dia temos emuladores, e essa ROM já foi Dumpada.

Traduzido de Retro NES

Mais informações aqui.

IAN ASTBURY DEIXA A NOVA FORMAÇÃO DO “THE DOORS”

LOS ANGELES (Reuters) – O vocalista britânico Ian Astbury deixou a nova formação da banda The Doors, formada por dois de seus integrantes originais, e vai recriar o seu próprio grupo, o Cult, disse ele na quinta-feira.

Astbury preencheu de forma convincente o espaço do falecido Jim Morrison cantando nos últimos quatro anos com a banda Riders on the Storm, ao lado do tecladista Ray Manzarek e do guitarrista Robby Krieger, integrantes originais do The Doors.

A nova banda originalmente se chamava Doors of the 21st Century (“o Doors do século 21”), mas teve de ser rebatizada devido à vitória do ex-baterista do The Doors, John Densmore, em um processo judicial no qual acusava os ex-colegas de estarem banalizando o nome da banda clássica dos anos 1960 como parte do circuito do saudosismo musical.

“Decidi seguir adiante e me concentrar na minha própria música e legado”, disse Astbury, 44 anos, em nota. “Gostei imensamente de me apresentar e dividir o palco com Ray Manzarek e Robby Krieger. Aprendi muito com ambos, e certamente ampliou minhas habilidades como artista. Foi uma decisão difícil, mas eu estaria prendendo-os e a mim também se não saísse nesta hora.”

Astbury voltou a se ligar ao guitarrista do Cult, Billy Duffy, para relançar a banda de hard rock que ficou famosa por sucessos do final dos anos 1980, como “She Sells Sanctuary”, “Fire Woman” e “Spiritwalker”.

Demorou, mas finalmente essa palhaçada que estavam fazendo com a memória de Jim Morrison acabou. Definitivamente, não existe The Doors sem Jim Morisson. Ray e Robby já deveriam ter percebido isso antes.

Mais informações aqui.

Review: Mega Man II

Mega Man IISistema: NES
Desenvolvedor: Capcom
Gênero: Ação/Plataforma
Ano: 1989


Todos temos muitas lembranças boas dos primeiros anos do NES, mas infelizmente poucos puderam jogar esse jogo. Mega Man 2 foi um dos primeiros jogos do NES a apresentar belos gráficos e jogabilidade, e possui uma das melhoras trilhas sonoras feitas até hoje. Isso fez com que se torna-se um clássico instantâneo, além disso a dificuldade caiu drasticamente, tornando um jogo mais “popular”.


Gráficos: 5/5

Mega Man II A primeira vez que vi esse jogo fiquei boquiaberto com os gráficos, eram os melhores gráficos que eu já tinha visto. Olhando para esse jogo nos dias de hoje ainda fico impressionado com a qualidade dos gráficos. Mega Man 2 usa uma palheta de cores vivas, algo muito comum em jogos da Capcom para o NES. Até mesmo os inimigos são muito coloridos e bem desenhados, e como sempre alguns chefes são gigantescos, alias esse foi um dos primeiros jogos do NES a usar chefes cujos sprites eram maior que a tela. Os cenários também são muito coloridos e geralmente remete a habilidade do chefe, por exemplo no cenário do Flash Man é possível ver vários raios e coisas relacionadas aos poderes dele.

SOM: 5/5

Mega Man II
Mega Man 2, com certeza tem uma das melhores trilhas sonoras do NES e de todos os jogos do Mega Man. Os
efeitos sonoros apresentam boa qualidades, eles são basicamente os mesmo do primeiro Mega Man, característica que acompanhou toda a série do robozinho azul no NES.

Jogabilidade: 5/5

Mega Man II
A jogabilidade de Mega Man 2 é ótima beirando a perfeição. Pular e atirar é simplesmente muito fácil, trocar as armas também é fácil, você faz isso através de um menu apertando start.

História: 2/5

mega7.jpg

Mega Man 2 não tem uma história muito forte. A única história é que Dr. Wily e seus robôs devem ser impedidos de dominar o mundo …novamente….

Dificuldade: 2/5

Mega Man II Esse é o único elo fraco desse game. Provavelmente a Capcom fez esse jogo absurdamente fácil devido ao grande numero de reclamações referentes ao primeiro Mega Man. Agora pra facilitar ainda mais as coisa a Capcom embutil um sistema de password para você poder continuar seu jogo.

Diversão: 5/5

Mega Man II Este é um daqueles jogos que tem um nível de diversão altíssimo mesmo quando for re-jogado.

Avaliação Geral: 3.8/5

mega3.jpg No Geral Mega Man 2, é um clássico com excelentes gráficos, jogabilidade primorosa e trilha sonora magnífica, porém sua dificuldade é muito baixa o que pode causar uma certa decepção em alguns jogadores.

Mais informações aqui.